fbpx

Os tipos de empreendedores

Hoje, no Brasil, são mais de 13 milhões de desempregados.  Isso levou a um aumento de empreendedores, principalmente os de ocasião. De partida, já vale pensar aqui nos tipos de empreendedores

  • Nato

Tem o empreendedorismo no sangue. É otimista e autoconfiante, assume riscos, persegue o seu melhor, se capacita. Busca sempre realizar seus sonhos. Mantém a mentalidade empreendedora, mesmo que trabalhe para outras pessoas. Aqui tenho um amigo que se encaixa nisso perfeitamente. O cara já teve uma revendedora de bronze, pousada em Brotas, loja de material de construção.

  • Meu jeito

Gosta de fazer as coisas do seu jeito e ser reconhecido por isso. É fiel às suas crenças, ambições e valores. Quando empregado, é crítico e propõe mudanças. Este perfil concentra maior número de autônomos, de profissionais liberais e de consultores. Geralmente esse tipo tem certas dificuldades em empresas, porque apresenta as propostas e as pessoas barram, por causa da política, da burocracia, da síndrome do ‘não foi inventado aqui”. Algumas vezes essas pessoas continuam nas suas empresas e são importantes como motores internos de inovação.

  • Situacionista

É o empreendedor de ocasião, que abriu um negócio devido a uma oportunidade que apareceu em sua vida, seja porque tinha dinheiro sobrando ou justamente o contrário. Foi desligado, precisa se virar. É o perfil empreendedor que mais abriga pessoas sem as características essenciais para o empreendedorismo, o que resulta, muitas vezes, na desistência. Por outro lado, os que investem em uma empresa, as mantêm por mais tempo do que a média.

  • Herdeiro

Cresceu dentro de uma cultura empreendedora e é motivado tanto culturalmente, pela convivência, como materialmente, pelos negócios de família. Em geral, possui know-how sobre negócios. É o perfil que mais concentra empreendedores de fato. Aqui a coisa geralmente é facilitada pelo perfil da família, pelos contatos que tem, pelo estilo que se está acostumado ao longo da vida. Porém, está acostumado com as adversidades?

  • Idealista

Deseja contribuir, fazer a sua parte. Busca o lucro, mas não a qualquer custo e não abre mão de seus valores. Porém, também costuma manter um negócio por mais tempo do que a média. Muitas frentes aqui são abertas pensando nas ONGs, ou ainda que não seja no modelo da ONG, mas que pode impor uma série de questões para que seu negócio seja viabilizado.  E assim como nos demais casos, não tem certo e nem errado. Só um jeito de se fazer diferente. Muitas vezes se pensa que impor algumas coisas vai se dificultar, porém pode ser justamente o contrário. Pode estar criando uma inovação, um modelo diferente de se fazer negócio e aí pode estar uma grande oportunidade, algo com nicho muito bem definido.

  • Busca do milhão

Está no jogo pelo dinheiro. É ambicioso e ganancioso. Em geral, são jovens que estão começando no mundo dos negócios.  Muitas vezes são empreendedores seriais, que entram em várias frentes vários negócios, capitaliza e já parte para nova oportunidade.

Então fica a reflexão para você, que já está empreendendo ou querendo começar? Você se enxerga em qual desses perfis majoritariamente? Claro, todo mundo é uma combinação de um pouco de cada perfil.

inscreva-se para receber novas atualizações de artigos

Localização

Rua Bandeira Paulista, 530
Itaim Bibi, São Paulo – SP